Livros

Enquanto Água

Enquanto Água

(contos). Rio de Janeiro: Record, 2011.

Primeiro livro que considero evidentemente de contos. É o resultado dos anos em que ministrei a cadeira de Contos na UNISINOS. Era a minha proposta de doutorado e, sobre alguns destes contos, produzi ensaios críticos. Houve contos publicados em revistas, entre 2008 e 2011. Dividi o livro em quatro seções – chuva na cara (narrativas brutas), depois da chuva (de um único conto, Núcleo das estrelas, meu preferido, porque constitui a chave de leitura), garoa (os minicontos) e água com gás (narrativas que vão do metafísico ao fantástico). São histórias fluidas, muitas delas ilustrando a era líquida de nossos tempos. Em O mar, no living, por exemplo, é a água quem fala. Enriquecem o texto, dialogando com a linguagem verbal, as gravuras de Rodrigo Pecci, funcionando ora na abertura de contos ora na divisão das seções internas.